Home » Sem categoria » A vida de um imigrante haitiano.

A vida de um imigrante haitiano.

Na reunião de 26 de abril, o clube recebeu o haitiano Stanley Elpénor, contando sua trajetória de imigrante, até chegar ao Brasil. Falou da situação politica de seu país, com ditaduras e corrupção dos políticos, e as mazelas deixadas pelo sismo de 2010, que destruiu grande parte do Haiti. Com emoção, disse da dor em deixar a esposa, filho de 4 anos e familiares, ao partir. Mas era a única alternativa, em busca de recursos de sobrevivência. Mensalmente envia parte de seus ganhos, a sua família. Aqui trabalha no projeto Mesa Brasil/SESC, onde recebe apoio e solidariedade de todos os funcionários. No Haiti, Stanley era professor de matemática e francês. Está fazendo campanha para conseguir passagens, a fim de trazer sua esposa e filho, dos quais está separada há quatro anos .

A reunião conduzida pelo presidente Rudolf Nielsen, recebeu associados e convidados especiais. Contou com os representantes da Mesa Brasil, Eduardo Schmitz, nutricionista Vera Mejolaro e Guido Malaquias.

As presenças dos convidados, rotariano Ramiro Costa do Rotary Porto Alegre, Mirian Limberger, José Renato Pompeu, Marilene Novaes e filha Carolina, que enriqueceram nossa reunião.


Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *